Pindobaçu: Plano Municipal de Saneamento tem participação ativa da população na elaboração.

Durante toda semana, no período de 09 de março a 13 março de 2020, dando continuidade as ações do Plano municipal de Saneamento Básico do município de Pindobaçu, foram realizados os últimos Eventos Setoriais, superando a etapa que marca a aproximação da conclusão dos trabalhos para a transformação do mesmo em lei, a ser sancionada pela Câmara Municipal de vereadores. Seguiu-se o seguinte cronograma: Na sede no dia 09/03, envolvendo as localidades de Itapicuru, Marcelo, Ingá, Fumaça Lutanda, Cajueiro e Bebedouro; no Distritos de Carnaíba, no dia 10/03, envolvendo as localidades de Marota, Jatobá, Laginha de Carnaíba, Carnaíba de Baixo, e, Serra de Carnaíba; Distrito de Bananeiras, no dia 11/03, envolvendo as localidades de Alagoinhas, Olhos DÁgua, Cágados, Chapada, Grotas e Laginha de Bananeira e por último, no Distrito de Várzea Grande, no dia 12/03, envolvendo as localidades de Junco, Genipapinho, California, Pedrinhas, Brejo dos Paulos, Cachimbo, Serrota e Cachoeira . Também foram realizadas 16 horas de Oficinas do Plano de Execução com os Comitês Técnico e de Coordenação. Os eventos foram coroados de sucesso com significativa representação de todas a localidades citadas, fazendo com que o plano seja sedimentado sob a ótica da pluralidade de ideias e efetiva participação popular. Há que se ressalvar, durante toda semana, o abnegado empenho de todas as secretárias e representantes locais para o êxito de todos os eventos.

            A importância do Plano Municipal de Saneamento Básico, reside no fato que o mesmo deve “garantir a promoção da segurança hídrica, prevenção de doenças, redução das desigualdades sociais, preservação do meio ambiente, desenvolvimento econômico do município, ocupação adequada do solo, e a prevenção de acidentes ambientais e eventos como enchentes, falta de água e poluição.” Ainda, é preciso destacar que segundo os estudos da Organização Mundial de Saúde (OMS), para cada real gasto em saneamento, economiza-se outros quatro reais em saúde. É necessário, também, ratificar, que, na Bahia, através do programa IFBA Saneando a Bahia (PISA), em convênio firmado com a FUNASA, apenas 50 municípios foram contemplados com o Plano, e, para nosso orgulho, Pindobaçu conseguiu se inserir nesse contexto.

            Criar o cenário para a perfeita adequação e construção das infraestruturas públicas necessárias, é mote primordial do governo Tempo de Recontruir!!!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *